O Sindicato

Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Divinópolis e da Região Centro-Oeste de Minas Gerais designado pela sigla “SINTRAM” foi transformado em entidade de primeiro grau no sistema sindical da categoria em 07 de novembro de 1988.

O Sintram é uma instituição sem fins lucrativos e representa a categoria profissional dos servidores públicos municipais dos Poderes Executivo e Legislativo, ocupantes de cargos, empregos e funções públicas, ativos e inativos da Administração Pública, Direta e Indireta, órgãos, autarquias, empresas públicas, no âmbito dos respectivos municípios integrantes da sua base territorial.

Com um longo histórico de lutas pela causa trabalhista e social no âmbito do funcionalismo público municipal, o Sintram é hoje um dos maiores sindicatos de Minas Gerais, contando com departamentos específicos – Comunicação, Juridico, Convênios e Financeiro –  para melhor atender o trabalhador municipal.

O Sintram cumpre com êxito a finalidade de representar, de forma ética, democrática e solidária, os interesses dos servidores municipais e, ao mesmo tempo, lutar por uma sociedade justa e com oportunidades iguais para os cidadãos.

O sindicato é constituído por seus filiados, os quais têm direitos e deveres perante à entidade. As decisões, problemas ou temas importantes pertinentes ao funcionalismo municipal são discutidos em assembleia e é partir da deliberação da própria categoria, que a diretoria do Sintram executa as ações, trazendo avanços e benefícios para a classe.

Assim é fundamental que o servidor relate problemas e se informe sobre questões do seu interesse e da classe, além de contribuir com críticas, elogios e sugestões para o aprimoramento e fortalecimento da representação sindical.

Essa participação não deve se limitar ao momento do voto em assembleia ou de mobilização na luta por direitos, ela deve ser permanente no dia a dia do sindicato, acompanhado e auxiliando as ações da Diretoria Executiva e do Conselho Fiscal.

O Sintram tem como base de atuação a defesa dos servidores públicos municipais  de 36 cidades no Centro-Oeste de Minas Gerais, sendo elas:

  • – Araújos;
  • – Bambuí;
  • – Bom Despacho;
  • – Camacho;
  • – Candeias;
  • – Carmo da Mata;
  • – Carmo do Cajuru;
  • – Cláudio;
  • – Conceição do Pará;
  • – Córrego Danta;
  • – Divinópolis;
  • – Doresópolis;
  • – Igarapé;
  • – Igaratinga;
  • – Iguatama;
  • – Itapecerica;
  • – Itatiaiuçu;
  • – Japaraíba;
  • – Lagoa da Prata;
  • – Leandro Ferreira;
  • – Luz;
  • – Medeiros;
  • – Moema;
  • – Onça de Pitangui;
  • – Pains;
  • – Pedra do Indaiá;
  • – Perdigão;
  • – Pequi;
  • – Pimenta;
  • – Piumhi;
  • – Santo Antônio do Monte;
  • – São Francisco de Paula;
  • – São Gonçalo do Pará;
  • – São José da Varginha;
  • – São Sebastião do Oeste;
  • – Tapiraí.