• Acompanhe-nos
MP de Bolsonaro que quer destruir sindicatos é pauta de luta em Divinópolis
  • Governo quer dificultar forma de recolhimento da contribuição sindical para enfraquecer a luta trabalhista
  • Do Sintram, em Divinópolis - MG
    12/04/2019 16h22 • Atualizado em 12/04/2019 16h23
  • O governo de Jair Bolsonaro tem pouco mais de três meses, mas deixou claro que sua agenda é contra a defesa dos trabalhadores. Além da reforma da Previdência, que prevê vários retrocessos para a classe trabalhadora e população mais carente do Brasil, o Governo quer desorganizar as entidades sindicais no sentido de calar as únicas vozes, que ainda sobrevivem e vão às ruas na defesa dos trabalhadores de vários segmentos. Prova disso é a edição da Medida Provisória 873 que pretende mudar a forma de recolhimento da contribuição e mensalidades sindicais passando as mesmas a serem feitas, exclusivamente, por meio de boleto bancário. No sentido de lutar contra esse retrocesso, que custará a extinção de muitos sindicatos, trazendo prejuízos irreparáveis aos trabalhadores, sindicatos de Divinópolis se reuniram na sede do Sindicato dos Hoteleiros na última terça-feira (09) para traçar estratégias de luta.

     

    O vice-presidente do Sintram, Wellington Silva, representou a diretoria do sindicato na reunião, e relatou que ficou acertado que as instituições irão elaborar uma ação jurídica conjunta para combater essa Medida Provisória. “Estamos unidos para combater a Reforma da Previdência e também essa MP, que acaba realmente com todos os sindicatos, uma vez que proibindo o desconto em folha irá dificultar bastante a maioria dos sindicatos conseguir sobreviver”, declarou.

     

    Ainda de acordo com Wellington Silva ficou definida uma próxima reunião, após o recesso da Semana Santa com mais sindicatos para definir quais caminhos serão tomados. Além do Sintram, participaram da primeira reunião os seguintes representantes: Flávio Lúcio Sotelo do Soac; Policar do Sinticom; Ila Mendes Mafalda e Edna Oliveira do SindUte; José Antônio Ribeiro do Sindicato dos trabalhadores Rurais de Divinópolis STRD; Simone Leite do Sinpro e Ademar Seabra Santiago do SIETHD.

     

    TRAMITAÇÃO Foi cancelada pela 2ª vez consecutiva a reunião de instalação e eleição do presidente e vice-presidente da comissão mista destinada a proferir parecer à MP 873/19, que estava marcada para acontecer nesta quarta-feira (10). Ainda não foi definida nova data para a instalação. Na semana retrasada, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e os presidentes das centrais e outras entidades sindicais acertaram que a MP seria alterada no Congresso Nacional ou perderia eficácia. Os prazos para bloqueio da pauta da Câmara dos Deputados, inicialmente, e do Senado Federal, em seguida, apenas começam a contar após a instalação da comissão mista. A instalação se dá com a eleição do presidente e vice-presidente dos trabalhos do colegiado

Nossos endereços
  • Sede
  • Av. Getúlio Vargas, 21, Centro, Divinópolis - MG
    CEP: 35.500-024
    Telefone: (37) 3216-8484
    Atendimento de 8h às 17h30
  • Subsede Bambuí
  • Rua Olívio Alves Ribeiro, 134, Centro, Bambuí - MG
    CEP: 38.900-000
    Telefone: (37)3431-3486
    Atendimento de 8h às 17h30
 
  • Subsede Bom Despacho
  • Rua Vigário Nicolau, 111, sala 106, Centro, Bom Despacho - MG
    CEP: 35.600-000
    Telefone: (37) 3521-3311 | 98831-0237
    Atendimento de 08h30 às 10h30 e de 12h às 18h
Filiada à
Desenvolvido por Fesempre