• Acompanhe-nos
Prefeitura de Divinópolis anuncia pagamento integral de abril, mas não abre negociação para discutir campanha salarial
  • A presidente do Sintram, Luciana Santos, disse que o pagamento em dia é obrigação legal e o que os servidores aguardam é a abertura das negociações para discutir a campanha salarial desse ano.
  • Do Sintram, em Divinópolis - MG
    12/04/2019 14h55 • Atualizado em 12/04/2019 14h58
  • Em nota oficial divulgada no final da tarde desta quinta-feira (11), a Prefeitura de Divinópolis confirmou o pagamento integral dos salários dos servidores municipais referente ao mês de abril “dentro do calendário previsto”. De acordo com a nota, a secretaria municipal de Fazenda também já confirmou o pagamento do restante do 13º salário para quem recebe acima de R$ 4 mil. O depósito do benefício, segundo a Prefeitura, ocorrerá na próxima quarta-feira, dia 17.

     

    A nota oficial informa ainda que, “a confirmação das datas só é possível graças às ações adotadas pela Administração Municipal no sentido de promover a otimização de ações e serviços e acompanhamento detalhado no fluxo de caixa”. No entanto, a administração deixou em aberto o pagamento dos próximos meses. “A manutenção desse benefício em médio prazo ficará comprometida em consequência da dívida de R$ 120 milhões que o Estado tem com Divinópolis. O montante é referente a atraso nos repasses ao longo de 2018 e janeiro de 2019”, diz a nota.

     

    PREFEITO

     

    O prefeito Galileu Teixeira Machado (MDB), que foi internado no Hospital Madre Teresa em Belo Horizonte no último dia 8, deverá receber alta nesta sexta-feira. Também em nota, a Prefeitura disse que o chefe do Executivo “deverá receber alta médica nesta sexta-feira (12), com previsão imediata de retorno a cidade. Galileu encontra-se no quarto, de onde, dentro do possível, acompanha os assuntos relacionados ao Município e, por telefone, mantém contato permanente com sua assessoria”.

     

    Ainda de acordo com a Prefeitura “os procedimentos transcorreram dentro da normalidade prevista e o processo de recuperação para esse tipo de atendimento é rápido”. Embora a Prefeitura não tenha informado a qual procedimento o prefeito foi submetido, o blog Divinews informou que Galileu Machado passou por um cateterismo, procedimento realizado para diagnosticar ou tratar doenças cardíacas. Para a realização do exame, um fino cateter é inserido na circulação, geralmente em uma artéria da perna ou pulso, e que vai até o coração para examinar a circulação das coronárias ou avaliar arritmias.

     

    Segundo a secretária da Fazenda, Suzana Xavier, todos os relatórios com a situação financeira do município têm sido repassados diariamente ao prefeito. “Nesta quarta-feira, ao analisar esse fluxo de caixa, o prefeito estabeleceu as prioridades, dentre elas, a manutenção de serviços importantes e a reserva para se efetuar o pagamento de salários”, afirmou.

     

    CAMPANHA SALARIAL

     

    A manutenção do pagamento “dentro do calendário previsto”, conforme informou a nota da Prefeitura, atende às insistentes cobranças do Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Divinópolis e Região Centro-Oeste (Sintram), que desde o ano passado vem pressionando o Executivo para que as regras trabalhistas sejam respeitadas, entre elas o pagamento do salário até o quinto dia útil.

     

    A presidente do Sintram, Luciana Santos, lembra que pagar em dia é uma obrigação e o que os servidores estão exigindo agora é a abertura das negociações da campanha salarial 2019. “A Prefeitura está cumprindo as regras ao pagar em dia e isso não é nenhum favorecimento aos servidores. O que nós estamos aguardando agora é a abertura imediata das negociações para discutirmos a campanha salarial desse ano. Há 20 dias enviamos ao Executivo a pauta de reivindicações e até agora não obtivemos resposta. E é sempre bom lembrar que mesmo pagando em dia, a Prefeitura ainda está fora da lei, já que até agora, o gatilho salarial que é a revisão salarial constitucional e prevista em lei municipal, ainda não foi incorporado ao salário, o que deveria ocorrer já no mês de março. Portanto, essa é uma questão de urgência, já que os servidores estão indignados com esse descaso da administração”, afirmou.

     

    Desde o mês passado, a diretoria do Sintram, com participação do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Municipal (Sintemmd) vem cobrando a abertura das negociações. Nesta quinta-feira (11) o vice-presidente do Sintram, Wellington Silva, e o diretor do Sintemmd, Rodrigo Rodrigues, estiveram no Centro Administrativo, cobrando novamente a abertura das negociações.  A secretária Suzana Xavier, que recebeu os dois líderes sindicais, garantiu que dará uma resposta ainda nesta sexta-feira (12), após reunião do secretariado municipal.

     

    Ainda nesta quinta-feira, os diretores do Sintram Antônio Leonardo Rosa, Demetrio Bento da Cruz e Lucilândia Alves, estiveram na Câmara Municipal para cobrar maior efetividade do Legislativo nas negociações. Na ocasião, eles foram recebidos pelo presidente Rodrigo Kaboja (PSD), a quem foi entregue impressa a Lei 6.749/2008, que estabeleceu o gatilho salarial. Kaboja marcou uma reunião com as lideranças sindicais para a próxima terça-feira, às 13h, para avaliar a forma de participação da Câmara nas negociações entre sindicatos e Executivo.

Nossos endereços
  • Sede
  • Av. Getúlio Vargas, 21, Centro, Divinópolis - MG
    CEP: 35.500-024
    Telefone: (37) 3216-8484
    Atendimento de 8h às 17h30
  • Subsede Bambuí
  • Rua Olívio Alves Ribeiro, 134, Centro, Bambuí - MG
    CEP: 38.900-000
    Telefone: (37)3431-3486
    Atendimento de 8h às 17h30
 
  • Subsede Bom Despacho
  • Rua Vigário Nicolau, 111, sala 106, Centro, Bom Despacho - MG
    CEP: 35.600-000
    Telefone: (37) 3521-3311 | 98831-0237
    Atendimento de 08h30 às 10h30 e de 12h às 18h
Filiada à
Desenvolvido por Fesempre