• Acompanhe-nos
Sintram recebe convite para integrar discussões no Congresso do Povo Brasileiro
  • Debates serão realizados no dia 19 de maio em Divinópolis
  • Do Sintram, em Divinópolis - MG
    07/05/2018 10h13 • Atualizado em 07/05/2018 11h02
  • A diretora do SindiUte, Catarina Laborê, esteve na sede do Sintram, convidando a diretoria do Sindicato para somar forças no “Congresso do Povo Brasileiro”, que está sendo realizado pela Frente Brasil Popular, a qual é composta por mais de 80 entidades. A fase regional do evento está marcada para o dia 19 de maio, na Escola Estadual Padre Matias Lobato, em Divinópolis. O objetivo do evento é mobilizar o povo brasileiro para instituir seu próprio Congresso, promovendo um grande processo pedagógico, de politização das massas populares, de modo que o povo entenda o atual momento político e desafie e identifique saídas para a crise, derrotando os golpistas e construindo um “Projeto de Brasil”.


    O “Projeto de Brasil” propõe a retirada do país do grande mapa da desigualdade social. Para isso, a Frente afirma que é necessária a construção de um projeto com reformas estruturais, que democratize a sociedade, promovendo rupturas com o passado escravocrata, colonial e patriarcal, garantindo ao povo direitos econômicos, sociais e políticos, aos quais ele nunca teve acesso. Um projeto de nação soberana, cuja integração ao mercado mundial não se dê de forma submissa aos interesses norte-americanos, enfim um projeto voltado para o povo brasileiro.


    Catarina justificou que o Sintram sempre foi um aliado das causas sociais e populares por isso o convite para que a diretoria do sindicato se faça presente no evento. “Vim aqui comunicar os companheiros do Sintram para contarmos com a presença no dia 19, no Padre Matias, levando a pauta, as dificuldades, sem duvida é um representação importante para nós”, disse.


    A presidente Luciana Santos afirmou que o Sintram apóia toda iniciativa que tem com o foco a luta por direitos sociais e com certeza um representante do sindicato estará presente. “Sem dúvida seremos parceiros, sabemos que as realidades mudam quanto há o engajamento dos vários segmentos sociais”, disse.

     

    Formação
    Ainda de acordo com Maria Catarina antes das etapas municipais já foi realizada a 2ª Conferência Brasil Popular, em São Paulo, e desde então os estados estão se organizando no sentido de formar cidadãos, que atuem como disseminadores da proposta. Em Minas Gerais, o “Seminário Estadual” foi realizado nos dias 23 e 24 de fevereiro. “Vários militantes e movimentos sociais estiveram, em Belo Horizonte, para esses dois dias de formação. Importante destacar que esse processo engloba mais de 80 movimentos sociais, que estão engajados na organização”, disse Catarina.


    A líder sindical disse que é responsável pela organização do evento em Divinópolis e Região Centro Oeste. “Estamos no momento de organizar a terceira etapa do Congresso, que é o Congresso Municipal, o qual já começou com enquetes, entrevistas, visitas, gravações em vídeos, tudo isso será disponibilizado. Cada município sabe que tem que fazer o seu congresso e estamos nós reunindo, periodicamente, a cada 15 dias”, explicou.


    No período de 07 a 25 de maio, em Divinópolis, segundo Catarina será montada uma barraca no quarteirão fechado em frente a Câmara Municipal. O objetivo será ouvir a população, questionando os cidadãos se estão satisfeitos com a ação dos parlamentares em todos os níveis- municipal, estadual e federal- e qual o Congresso desejam. “Considero esse um dos melhores momentos do Congresso, pois iremos conversar com as pessoas sobre o objetivo do Congresso do Povo, ou seja, é momento de formação popular (...) Nós queremos levar para o Congresso do Povo, a realidade do sofrimento, da questão social, econômica, a questão da ausência e da responsabilidade do compromisso de nossos políticos”, disse.

     

    Mobilização
    A líder sindical disse que essa pesquisa com os populares já foi realizada em Pitagui e São Gonçalo do Pará. “Estou maravilhada e triste ao mesmo tempo, com tantas coisas que ouvi, o descaso mesmo das autoridades, a gente sabe que é isso, mas quando ouvimos da boca do povo é diferente”, disse. Paralelo a isso, Catarina disse que está fazendo visitação nos conjuntos habitacionais, de programas populares, e pretende ficar alguns dias na porta da UPA Padre Roberto.

     

    Congresso Regional
    Já no dia 19 de maio, sábado, de 8h às 18h, na Escola Estadual Padre Matias Lobato, será realizado o Congresso Regional, com a presença de lideranças do Centro Oeste Mineiro, momento onde haverá apresentação cultural, debates de grupo, análise de conjunturas, etc. “Neste dia, iremos fazer a confluência disso tudo e levar depois a conclusão desses trabalhos do Centro-Oeste para a quarta fase que é a estadual, no mês de junho, em Belo Horizonte. Na capital mineira, seguiremos a mesma lógica, toda a discussão, envolvendo os municípios será compactuada para ir para a fase nacional. E todas essas propostas, advindas do povo, serão entregues para o Congresso Nacional, iremos protocolar no Senado”, explicou.

     

    Líderes
    Catarina explica que neste encontro pelo fato de ser regional será priorizada a participação de lideranças comunitárias. “Não precisa todo mundo participar, poder ser um representante que seja a voz daquele local. Por exemplo, se você é líder comunitário esteja lá conosco, representando sua comunidade. Inclusive estou fazendo esse pedido que o presidente de cada bairro compareça”, explicou.

     

    Desdobramentos

    Questionada se o resultado do Congresso do Povo seria protocolado no Senado antes das eleições de outubro, Catarina argumentou que essa é uma discussão que era feita na etapa estadual. “Vamos ver tudo isso no dia. Estou muito animada, (...) acreditando e tendo esperança que alguma coisa pode mudar. Só de saber que estamos tendo essa oportunidade rica através desse trabalho de conversar com o povo, é muito importante”, finalizou.

     

Nossos endereços
  • Sede
  • Av. Getúlio Vargas, 21, Centro, Divinópolis - MG
    CEP: 35.500-024
    Telefone: (37) 3216-8484
    Atendimento de 8h às 17h30
  • Subsede Bambuí
  • Rua Olívio Alves Ribeiro, 134, Centro, Bambuí - MG
    CEP: 38.900-000
    Telefone: (37)3431-3486
    Atendimento de 8h às 17h30
 
  • Subsede Bom Despacho
  • Rua Vigário Nicolau, 111, sala 106, Centro, Bom Despacho - MG
    CEP: 35.600-000
    Telefone: (37) 3521-3311 | 98831-0237
    Atendimento de 08h30 às 10h30 e de 12h às 18h
Filiada à
Desenvolvido por Fesempre