• Acompanhe-nos
União e luta: não irão nos calar!
    01/09/2017 14h21
  • A três meses do final do ano e considerado o atual contexto econômico e político do Brasil, o balanço que se pode fazer de 2017 é desanimador. Durante todo o ano, fomos bombardeados pelas notícias de corrupção que assolaram a política nacional, seguida pela brutal recessão que encolheu ainda mais o poder de compra do trabalhador e por medidas que cortaram direitos adquiridos ao longo de dezenas de anos.

     

    Uma palavra chave para vencer essa batalha é mais do que nunca união! Os políticos e a grande mídia utilizavam todas as forças para criminalizar e abafar o movimento sindical na intenção única de precarizar a relação de trabalho, o que favoreceu, satisfatoriamente, os patrões. Os sindicatos foram a única força, junto as Centrais e Federações, que motivou e conscientizou os trabalhadores a respeito da verdade sobre as reformas da previdência, trabalhista e terceirização sem limites.

     

    A reforma trabalhista, que já entra em vigor em novembro, retira a compulsoriedade do imposto sindical. O que isso significa? Que a contribuição deixa de ser imposto e passa a ser opcional. Talvez seja motivo de alegria para alguns trabalhadores menos informados, mas é fundamental que tenham consciência que por trás disso há uma verdade oculta. Enfraquecer os sindicatos é enfraquecer a luta, deixando-nos a mercê da “boa vontade” dos patrões, principalmente no momento de negociar salário, buscar melhores condições de trabalho. Se hoje, temos direitos garantidos em lei, tenha certeza que não foi pela boa vontade dos patrões ou políticos, mas sim pela luta de classes, estimuladas ou orientadas pelos sindicatos.

     

    “A batalha só acaba, quando o último soldado morre”. Essa frase tão conhecida é o gás que nos motiva a continuar. Querem nos abater, mas estamos firmes e fortes para continuar trabalhando em defesa dos nossos servidores municipais. E é nesse sentido que compartilhamos uma vitória importante do Sintram neste contexto de unidade e necessidade mais do que nunca de fortalecimento sindical. No último dia 11 de agosto, representando o Sintram, assumi cadeira na Nova Central Sindical dos Trabalhadores de Minas Gerais – NCST/MG, ocupando o cargo de secretária geral.

     

    A Nova Central nasceu em 2005, com o ideal de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores de todo o Brasil. Foi a primeira Central Sindical com sede em Brasília e composta por cinco Confederações, 82 federações, 1.078 sindicatos e cerca de 10 milhões de trabalhadores pelo país afora. O que nos enche de orgulho não é a importância do cargo, mas sim o que ele nos permitirá fazer pelos municípios de nossa base em um momento de total retirada e ataque a nós, servidores.

     

    Temos muita luta pela frente, principalmente agora que o trabalhador está sendo ameaçado de perder a força da representatividade e o porto seguro nos momento de conflitos com os patrões. Cada trabalhador precisa se conscientizar do que o que vem pela frente, se não for enfrentado de mãos dadas e com o pensamento coletivo, pode ser ainda mais danoso para cada um de nós.

     

    Fortalecer nosso sindicato significa fortalecer toda uma categoria. Porém, isso não se faz apenas com o esforço de meia dúzia de diretores sindicais. Todos nós somos responsáveis e precisamos atentar para o que está acontecendo, pois enquanto o salário de quem realmente trabalha vai perdendo seu poder de compra, a boa vida dos políticos continua mantida com o dinheiro público, consumindo bilhões de reais a cada ano, da mesma forma os patrões que acumulam o lucro ano a ano.

     

    Nossa esperança está acesa e a luta continua. Embora do outro lado haja uma poderosa corrente que anseia calar a nossa voz, isso, sabemos, não será possível jamais. Com seu apoio e sua confiança, continuaremos falando forte e em bom som por uma sociedade igualitária e justa com nossos servidores.

Nossos endereços
  • Sede
  • Av. Getúlio Vargas, 21, Centro, Divinópolis - MG
    CEP: 35.500-024
    Telefone: (37) 3216-8484
    Atendimento de 8h às 17h30
  • Subsede Bambuí
  • Rua Olívio Alves Ribeiro, 134, Centro, Bambuí - MG
    CEP: 38.900-000
    Telefone: (37)3431-3486
    Atendimento de 8h às 17h30
 
  • Subsede Bom Despacho
  • Rua Vigário Nicolau, 111, sala 106, Centro, Bom Despacho - MG
    CEP: 35.600-000
    Telefone: (37) 3521-3311 | 98831-0237
    Atendimento de 08h30 às 10h30 e de 12h às 18h
Filiada à
Desenvolvido por Fesempre