• Acompanhe-nos
O governo contra todos
    01/03/2017 14h35
  • O Brasil vive a maior recessão de sua história e atravessa um dos mais turbulentos momentos políticos, fustigado pela Operação Lava Jato, que desnudou a politicalha, desmistificou homens públicos e trouxe à tona o maior esquema de corrupção do país. O golpe político para derrubar a presidente Dilma Rousseff, sob o clamor político da crise econômica, ao contrário de soluções em benefício do cidadão, trouxe mais incertezas e revelou um país à deriva, em queda livre, com um governo sem direção e que vai contra as aspirações populares.

     

    As últimas medidas anunciadas pelo governo Temer, em sua maioria com a benevolência do Congresso Nacional, vão contra todas as lutas trabalhistas. Além da reforma da Previdência, que será o caos para todos os trabalhadores, o Congresso acaba de aprovar a terceirização, que tira a responsabilidade do Estado sobre a prestação de serviços públicos e transfere para a iniciativa privada, quase sempre entregues a empresas oportunistas, cuja competência é duvidosa.

     

    Já a reforma da Previdência, qualquer cidadão, mesmo que não tenha nenhum conhecimento do assunto, vai entender que trata-se de uma medida que vai praticamente tornar inviável a aposentadoria da grande maioria dos brasileiros. O governo vai obrigar o trabalhador a cobrir um rombo fruto da péssima gestão, da corrupção e da irresponsabilidade. E ainda anuncia mais impostos, transferindo ao cidadão a obrigação de cobrir o bilionário déficit das contas públicas, originado da roubalheira que se instalou em Brasília sob o olhar cordato do Congresso e até do Judiciário.

     

    Ao cidadão, só resta lutar. Ir às ruas, bradar veementemente sua insatisfação com o desgoverno instalado pelas mãos de homens envolvidos em maracutaias, denunciados na Lava Jato e suspeitos de crimes contra a administração pública, contra o país e contra a população faminta de honestidade. Não há alternativa para o cidadão. É imperioso manifestar sua insatisfação e valorizar o voto, embora já haja armações no Congresso para transformar as eleições em um picadeiro, apresentado a tal lista fechada, onde incompetentes, ladrões e suspeitos que estão no poder, continuarão dando as cartas.

     

    O Brasil, de um celeiro cultural da maior importância e onde se faz uma das melhores músicas do mundo, pode até se inspirar na canção “Homem Primata”, do disco “Cabeça de Dinossauro”, um dos mais estrondosos sucessos da Banda Titãs e uma das manifestações mais contundentes contra o desmando oficial. A letra desse rock intenso diz que “A vida é um jogo, cada um por si e Deus contra todos”. O Brasil caminha para algo semelhante, com uma pequena modificação na letra da canção: “A vida é um jogo, cada um por si e o governo contra todos”. Não podemos chegar a esse ponto.

     

    Luciana Aparecida Santos

    Presidente Sintram

Nossos endereços
  • Sede
  • Av. Getúlio Vargas, 21, Centro, Divinópolis - MG
    CEP: 35.500-024
    Telefone: (37) 3216-8484
    Atendimento de 8h às 17h30
  • Subsede Bambuí
  • Rua Olívio Alves Ribeiro, 134, Centro, Bambuí - MG
    CEP: 38.900-000
    Telefone: (37)3431-3486
    Atendimento de 8h às 17h30
 
  • Subsede Luz
  • Rua Antônio Gomes de Macedo, 554, Centro, Luz - MG
    CEP: 35.595-000
    Telefone: (37) 3421-4322
    Atendimento de 8h às 11h e de 12h30 às 17h30
  • Subsede Bom Despacho
  • Rua Vigário Nicolau, 111, sala 106, Centro, Bom Despacho - MG
    CEP: 35.600-000
    Telefone: (37) 99832-6038
    Atendimento de 08h30 às 10h30 e de 12h às 18h
Filiada à
Desenvolvido por Fesempre